-   

T

-

 

E O TEMPO VAI PASSANDO...

Suelydam

 
 

 

Passando, chegando, findando nessa estrada tão comprida

vem, feito um furacão rompendo o tempo que evapora

ficaram para trás lágrimas, decepções e alguns sorrisos

e quando vemos ou piscamos, o tempo passou, foi embora

 

E nos fragrantes que nossa pequenez defronta

Ficam os recessos de doloridas, cruéis e ávidas feridas

Que guardam em gavetas espasmos múltiplos da vida,

ou em redomas em pouco tempo esquecidas e ressentidas

 

Passa tempo, colocando sonho na minha realidade

Transforme minhas flores em jardins de rara beleza

para que possa regozijar-me de todas minhas virtudes

 

E que meu sonho renasça outra vez com majestade

que o tempo da chama da paixão jamais mude a realeza

Me unindo a um universo de amor com toda solicitude!

 

* * *

 

 

 

-   

Publicado no PORTAL A ERA DO ESPÍRITO com a autorização da autora

-