-   

T

-

 
QUANDO AVES
Rivkah Cohen
 
 


Quando aves,
não era assim!
Bastava um olhar mais alongado,
meu para ti ou teu para mim
e voávamos,
como donos do espaço!
Quantos lugares,
quantos pousos
sob outros olhares..
A saudade
chega a doer em mim!
Oceanos,
pantanais,
até hoje amo
olhar de longe os trigais..
Prometeste,
prometi
foram testemunhas o sol,
as árvores, os palmares,
o universo enfim.
Não sei
se dependia mais de ti ou de mim,
mas quando aves,
não era assim!

* * *

 

 

 
-   

TPublicado no PORTAL A ERA DO ESPÍRITO com a autorização da autora

-

 

 

Nome da Música: (no formato Wave) -> -> ->