Poemas

 Índice

Autora: Nídia Vargas Potsch

 Títulos

 

 

A DÁDIVA DE UM SORRISO
A OFERENDA
A PALAVRA...
A PROCURA...
AO RODAR DO VENTO...
FLUTUANDO NA CANÇÃO DE A-MAR!
LIBERDADE!
MÚSICA, FLORES... E UM CAMINHO A SEGUIR...
NOSSAS AURAS!
O IMAGINÁRIO!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Meu nome completo: Nídia Vargas Potsch

Nickname - @Mensageir@
Data de Nascimento: 22/09/1945
Natural: Rio de Janeiro
Sígno - Virgem

Ascendente: Capricórnio
Profissão: Pedagoga aposentada
Uma Paixão: A Magia da Vida
Um Amor: A família
Uma Crença: Deus sob todas as formas.

Um Dengo: Minha filha.

Uma Saudade: Tulun e Wandinha (meus Pets que se foram)

Uma Alegria: Aurora e Pituca - Pets que chegaram

Hobby: Escrever e fotografar

Frase que norteia minha Vida:

"Onde quer que vás, leva o teu coração !"

Confúcio.

 

Meu nome é Nídia, nasci no Rio de Janeiro, em 22/09/1945.

Percebi o prazer de escrever aos 15 anos de idade quando ganhei um diário de presente.

Sou uma pessoa de hábitos simples, amiga de meus amigos, gosto de Arte, Literatura, Música, Cinema, Fotografia, Natureza, Animais e Viajar..

Sou romântica e acredito que o "Amor é a Mola Propulsora que lmpulsiona, essencialmente, nossas Vidas, nosso Universo de Emoções e Sentimentos" ... (NVP)

Comecei a me interessar por poesias há algum tempo,

pois escrevia apenas textos.

A Poesia me abriu um Mundo Novo de prazeres infindos.

Não me considero Poeta. Gosto de brincar com a força e

o efeito das palavras que atingem nossa alma e coração ....

Portanto, sou uma Rabiscadora de Emoções e Sentimentos! 

Obrigada, Nídia Vargas Potsch

 

MOMENTO! A DANÇA DE NOSSAS VIDAS...
Nídia Vargas Potsch

Aquele instante em que
nosso pensamento fica suspenso no ar ...
Flutua no espaço,
à cata do tempo que se foi ...Fluiu ...Dança!

Ínfima parcela do todo de uma vida
que nos mostra e nos alerta
a rota a ser trilhada porque temos
muito ainda que aprender a ser

Flash que espoca em nosso rosto
e nos faz ver o como e através do espelho
miramos o outro lado da imensidão
a face do nosso verdadeiro Eu ...

E as tempestades e tsunames que
esta reviravolta nos acarreta, na dança
que nos leva a indagar alto e bom som
Quem sou eu? Por quê estou aqui?

Mas desse instante em diante,
os rodopios da dança nos envolvem.
Percebemos que o reflexo que nos devolve
e nos mostra o caminho a se percorrer é
largo corredor feito de luz e sombras ...

Por sermos nós, criados, à semelhança de D' us,
nos fortalecemos nessa Luz Divina espargida
e por um momento, ah, por um breve momento, percebemos,
assim como nos pés da bailarina, a dança livremente flui,
nos sentimos poderosos e eternos.

@Mensageir@
Rio, 29/04/2010

 

Mapa do Site

 

<- Voltar

 

Página Inicial