-   

T

-

 

Teu filho vive!

Humberto Rodrigues Neto

 
 

 

Tira da mente esse momento triste,
e esquece a dor de um lance desditoso,
desses aos quais nenhuma mãe resiste
e encharca o lenço em pranto doloroso! 
 
Pra aliviar o drama em que te viste,
verte as tuas lágrimas ao Pai bondoso,
mas agradece o tempo bom que hauriste
ao lado de um infante tão formoso! 
 
Há outras vidas pulsando no ar sidéreo,
alheias à mudez de um cemitério,
ainda que não possas compreendê-las! 
 
Não lembres o clangor do último sino,
pois só levou pro céu o teu menino,
pra que o vejas sorrindo entre as estrelas!

 

--- oOo ---

 

 

 
-   

Publicado no PORTAL A ERA DO ESPÍRITO com a autorização do autor

-