-   

T

-

 
TENHO MEDO

Humberto Rodrigues Neto

(humorística)

 
 
De uma doença escabrosa
procuro manter segredo,
pois é uma coisa inditosa
da qual tenho muito medo!

De medo fico até branco
quando, num ar iracundo,
o gerente do meu banco
me exibe um cheque sem fundo!

Do medo fugir (quem logra?),
e as coisas se tornam sérias
quando a esposa diz que a sogra
vem conosco passar férias!

De dores tenho tal medo
que me pelo de sofrê-las,
pois quando martelo um dedo,
solto um chulo e vejo estrelas!

* * *

 

 

 
-   

Publicado no PORTAL A ERA DO ESPÍRITO com a autorização do autor

-