-   

T

-

 

NUM DIA COMO O DE HOJE
Elio Mollo

 
 

 

Num dia como o de hoje,
Posso me fincar na nostalgia
ou agradecer a Deus,
por me oferecer um novo dia.

Num dia como o de hoje,
Posso dos sonhos desistir
ou em novos projetos investir.

Num dia como o de hoje,
Posso no caminho escorregar,
porém, uma lição de vida,
poderei essa queda considerar.

Num dia como o de hoje,
Pessimista posso ficar
ou em prol da felicidade lutar.

Num dia como o de hoje,
Posso fazer o tempo estagnar
ou com a caridade lidar.

Num dia como o de hoje,
Posso me isolar
ou a amizade semear.

Em todos os dias que surgem...
Posso estancar, conformar, permanecer...
mas também, tenho condições
de aprender, trabalhar, transformar,
para espiritualmente crescer.
 

13 de abril de 2010

* * *

 

 

 
-   

T

-

 

 

Orquestra Imperial - Valsa do Beijo -> --> --->