-   

T

-

 

EVOLUÇÃO

Elio Mollo

15 setembro 2008

 
 

 

O caminho
que o Espírito tem de percorrer
no seu objetivo de buscar a perfeição,
se mostra através da sua consciência,
por onde vislumbra toda a sua extensão.

No meio em que vive
sente que precisa exercitar sua inteligência,
procurando meios de prover
suas necessidades e seu bem-estar,
onde, uns laboram fisicamente e,
outros trabalham intelectualmente.
Conclui, que sem esforço,
tudo ficará estacionário
é não haverá como conquistar
a tão almejada felicidade.

Com o tempo vai aprendendo mais,
e sente que tudo o que acionar agora,
repercutirá no futuro,
no curto, médio ou longo prazo,
pois terá que repor à natureza
tim tim por tim tim, o que dela tirou.
Percebe, que não é só repor,
tem que ter consciência desse repor,
pois a vida é um evoluir infinito,
e se progredir exige labor,
a consciência lhe solicita serenidade.
Por isso, tem que construir na vida,
aplicando ações de boa qualidade.

Aprende
que compensação ou aflição
depende de cada decisão
tomada no caminho da vida,
onde o Bem é uma constante,
mas para que haja aprendizado,
surge o Mal com seu perfil desafiante,
a testar cada tendência,
e quando não encontra a prudência,
o Mal em sua ação não doa clemência,
acarretando desastres ou tempestades,
que exigem sacrifícios e operações,
grandes decisões, mudanças de posições,
há que com seus semelhantes suas mãos unir,
se posicionar com determinação,
aplicar-se na laboração,
deixar o amor entrar em ação,
só assim o Bem surgirá com seu vigor,
fazendo o progresso se mostrar como indenização,
para o Espírito prosseguir, agora, no seu curso,
consciente, sereno e pleno de ânimo e disposição.

É assim, que o Espírito processa a sua evolução.
         
* * *

 

 
-   

T

-