-   

T

-

 

DO SILÊNCIO À VIDA

Elio Mollo

 
 

 

Tu me queres eu te quero
Contudo só amor podemos dar
Não há como nos pertencer
Pois só por Deus viemos a ser.

Eis que do silêncio sobrevém

a mais bela melodia
que convida para um canto
versando que a Vida
é a mais terna companhia
que se entrega com prazer
a dizer verdadeiramente
Eis-me aqui, deseja-me

e ama-me profundamente.
 

* * *

 

 
-   

T

-