A ERA DO ESPÍRITO

Estudo

Pesquisa: Elio Mollo

(30 de maio de 2009)

 

Atualizado

em 04 de julho de 2011

DIFERENÇA ENTRE Espírito e espírito

(obras citadas no texto)

 

 

Para facilitar o entendimento sobre o que é espírito e Espírito, usamos as obras O Livro dos Espíritos, O que é o Espiritismo e a Revista Espírita  (maio de 1864 e janeiro de 1866) de Allan Kardec.

No livro O que é o Espiritismo, Cap. II, item 9, 10 e 14, encontramos a seguinte instrução:

9. Quando a alma está ligada ao corpo, durante a vida, tem duplo envoltório: um pesado e grosseiro e perecível, que é o corpo; o outro fluídico, leve e indestrutível, chamado perispírito.

10. Existem, portanto, no homem, três elementos essenciais:

1º. A
alma
ou espírito, princípio inteligente onde residem o pensamento, a vontade e o senso moral (vide qq. 23, 25 e 26 de LE);
(1)

2º. O
corpo, envoltório material que põe o espírito em relação com o mundo exterior; (vide q. 25 de LE)

3º. O
perispírito, invólucro fluídico, leve, imponderável, servindo de liame e de intermediário entre o espírito (alma) e o corpo.”

14. A união da
alma, do perispírito, e do corpo material constitui o homem. A alma e o perispírito separados do corpo constituem a ser a que chamamos Espírito. (vide qq. 27, 135 e 135a  de LE)

NOTA DE ALLAN KARDEC referindo-se aos itens acima citados:

• A
alma é assim um ser simples;
• O
Espírito um ser duplo, e
• O
homem um ser triplo.


Seria portanto mais exato reservar a palavra alma para designar o princípio inteligente, e a palavra Espírito para o ser semimaterial formado desse princípio e do corpo fluídico. Mas como não se pode conceber o princípio inteligente sem ligação material, as palavras alma e Espírito são, no uso comum, indiferentemente empregadas uma pela outra; é a figura que consiste em tomar a parte pelo todo, da mesma forma que se diz que uma cidade é habitada por tantas almas, uma vila composta de tantas casas; porém, filosoficamente é essencial fazer-se a diferença. [**]

Na Revista Espírita de maio de 1864 (Vida de Jesus pelo Sr. Renan - A alma pura de minha irmã Henríette.) encontramos informação semelhante:

As palavras alma e Espírito, posto que sinônimos e empregados indiferentemente, não exprimem exatamente a mesma idéia. A alma é, a bem dizer, o princípio inteligente, imperceptível e indefinido como o pensamento. No estado dos nossos conhecimentos, não podemos concebê-lo isolado da matéria de maneira absoluta. Posto que formado de matéria sutil, o perispírito, dele faz um ser limitado, definido e circunscrito a sua individualidade espiritual. De onde se pode formular esta proposição:

A união da alma, do perispírito e do corpo material constitui o HOMEM;
• A
alma e o perispírito separados do corpo constituem o ser chamado ESPÍRITO
.

Nas manifestações espíritas não é, pois, a
alma que se apresenta só; esta sempre revestida de seu envoltório fluídico; esse envoltório é o necessário intermediário, através do qual ela age sobre a matéria compacta. Nas aparições não é a alma que se vê, mas o perispírito; do mesmo modo que quando se vê um homem vê-se seu corpo, mas não o pensamento, a força, o princípio que o faz agir.

Em resumo,

• A
alma é um ser simples, primitivo;
• o
Espírito o ser duplo e
• o
homem o ser triplo.

 

Se se confundir o homem com roupas, teremos um ser quádruplo. Na circunstância de que se trata, o vocábulo Espírito é o que melhor corresponde à coisa expressa. Pelo pensamento representa-se um Espírito, mas não se representa uma alma. (vide q. 26 de LE)

E, no "NOVO DICIONÁRIO UNIVERSAL, citado por Kardec na Revista Espírita  de JANEIRO 1866 (O Espiritismo Toma Lugar na Filosofia e nos Conhecimentos Usuais.), oferece a mesma informação acima: 

"SEGUNDO A DOUTRINA ESPÍRITA, a alma é o princípio inteligente que anima os seres da criação e lhes dá o pensamento, a vontade e a liberdade de agir. (vide qq. 23, 25 e 26 de LE)

 

(...)

 

O Espírito unido ao corpo material pela encarnação constitui o homem; (2)

 

de sorte que no homem há três coisas:

 

- a alma propriamente dita, ou princípio inteligente;

- o perispírito, ou envoltório fluídico da alma;

- o corpo, ou envoltório material.

 

- A alma é assim um ser simples;

- o Espírito, um ser duplo composto da alma e do perispírito; (2)

- o homem, um ser triplo composto da alma, do perispírito e do corpo.

 

- O corpo separado do Espírito (1) é uma matéria inerte;

- o perispírito separado da alma é uma matéria fluídica sem vida e sem inteligência.

A alma é o princípio da vida e da inteligência; foi, pois, erradamente que algumas pessoas pretenderam que dando à alma um envoltório fluídico semi-material, o Espiritismo dela fez um ser material."

Em o O Livro dos Espíritos, q. 23 temos a seguinte resposta dos Espíritos:

23. Que é o espírito (3)?
“O
princípio inteligente do Universo.”

Deduzindo, concluímos que os espíritos nesta resposta estão se referindo a alma ou espírito elementar (fazendo abstração do perispírito), princípio inteligente. O ser simples e primitivo. Portanto, escrevemos o “e” de espírito com letra minúscula.

 

Agora vamos à q, 76 verificar a resposta oferecida pelos Espíritos:

76. Que definição se pode dar dos Espíritos?
“Pode dizer-se que os Espíritos são os seres inteligentes da criação. Povoam o Universo, fora do mundo material.” [#]

Vale observar a nota do codificador à esta resposta dada pelos Espíritos:

[#] A palavra Espírito é empregada aqui para designar as individualidades dos seres extracorpóreos e não mais o elemento inteligente do Universo.

Conforme resposta a q. 76, os seres inteligentes da Criação que povoam o Universo, além do mundo material é o ser duplo (alma + perispírito), aqui o “e” de Espírito se escreve com letra maiúscula.

 

Vamos seguir adiante para procurar entender melhor as seguintes respostas dadas pelos espíritos em O Livro dos Espíritos:

134. Que é a alma?
“Um Espírito encarnado.”

Note-se que a alma no mundo espiritual utiliza-se do perispírito para a manifestação da sua individualidade, assim, no mundo espiritual a alma + perispírito = Espírito, e, quando na Terra é um Espírito encarnado, ou melhor, alma + perispírito + corpo físico = homem.

134a) - Que era a alma antes de se unir ao corpo?
Espírito.”

Nesta resposta temos a confirmação do raciocínio acima. Sigamos adiante:

134b) - As almas e os Espíritos são, portanto, idênticos, a mesma coisa?
“Sim, as
almas não são senão os Espíritos. Antes de se unir ao corpo, a alma é um dos seres inteligentes que povoam o mundo invisível, os quais temporariamente revestem um invólucro carnal para se purificarem e esclarecerem.”

Então temos que a alma (Espírito) do Homem (alma + perispírito) (##) é o ser duplo, por isso é um Espírito encarnado, pois sem um dos dois, alma ou perispírito o corpo físico não se torna animado (###).

(##) In o O Livro dos Médiuns, primeira parte, item 2, temos que "...Espíritos são apenas as almas humanas, despojadas do seu invólucro corporal."

(###) In o O Livro dos Médiuns, primeira parte, item 3, encontramos que "O Espírito é o elemento principal dessa união, pois é o ser pensante e que sobrevive à morte".

Nas respostas às qq. abaixo podemos nos instruir como se faz a ligação entre o espírito (ser simples) o Espírito (o ser duplo) e o corpo físico:

135. Há no homem alguma outra coisa além da alma e do corpo?
“Há o
laço que liga a alma ao corpo.”

 

135a) - De que natureza é esse laço?
Semimaterial, isto é, de natureza intermédia entre o espírito e o corpo. É preciso que seja assim para que os dois se possam comunicar um com o outro. Por meio desse laço é que o espírito atua sobre a matéria e reciprocamente.”

Encurtando o caminho vamos para a resposta da q. 136b.

136b) - Que seria o nosso corpo, se não tivesse alma?
“Simples massa de carne sem inteligência, tudo o que quiserdes, exceto um homem.”

Sem a alma (princípio inteligente ou espírito) e o perispírito não há como o corpo físico se tornar animado.

 

Finalizando

149. Em que se torna alma no instante da morte?
“Torna-se
Espírito; isto é, entra no mundo dos Espíritos que havia deixado momentaneamente”.

Deduzimos aqui que a alma (de alma + perispírito + corpo físico = homem) torna-se Espírito, ou seja, alma + perispírito = Espírito.

Resumindo:
 

[**] Filosoficamente fazendo a diferença essencial sugerida por Kardec no livro O que é o Espiritismo, Cap. II, item 9, 10 e 14, deduzimos que:

 

Alma = espírito = principio inteligente = ser simples, primitivo. Neste caso espírito se escreve com "e" minúsculo).
Espírito =
elemento inteligente individualizado = ser semimaterial = ser duplo (alma + perispírito)o ser inteligente da criação (Coletivamente povoam o Universo, fora do mundo material.). Neste caso Espírito se escreve com "E" maiúsculo.
Homem
= Espírito encarnado = ser triplo
(alma + perispírito + corpo físico).
Espírito Errante =
Espírito
(alma + perispírito) que aguarda uma encarnação.

(1) Na edição usada para este estudo (*) o "E" está em maiúsculo, porém conforme está em LE q. 23 (livro 1) e nota de Kardec para a q. 76 (livro 2) de LE, deduzimos que deve ser em minúsculo (destacamos na cor vermelho).

 

(2) Neste número de RE o "e" está em minúsculo, porém conforme está em LE e RE de maio de 1864, deduzimos que deve ser em maiúsculo (destacamos na cor vermelho).

 

(3) Se refere ao espírito puro, desprovido de perispírito. Espírito elementar considerado em si mesmo e feita abstração de seu perispírito ou invólucro material. Alma = Princípio inteligente.

(*) Edição que contém três obras do codificador - intitulado INICIAÇÃO ESPÍRITA, 11ª edição, EDICEL - O Espiritismo na sua mais simples expressão, O que é o Espiritismo e Instruções Práticas sobre as manifestações espíritas. Os dois primeiros a tradução é de Joaquim da Silva Sampaio Lobo e o último e de Cairbar Schutel.

* * *